"Pense globalmente e actue localmente". John Lennon

Núcleo Hridaya

O Núcleo Hridaya é uma organização permanente do Centro Yoga de Queluz, constituída por voluntários com orientação filosófica e prática do Yoga, propondo-se desenvolver, de forma desinteressada, acções de ajuda humanitária, protecção ambiental e auxílio para com todas as criaturas, enraizando princípios de compaixão e solidariedade universal alicerçados na Unidade da Vida.
(Artigo 1º do Regulamento)



domingo, 31 de janeiro de 2010

O mito mais profundo da espécie humana escondeu a nossa Alma primitiva

Aqui estou de novo a partilhar mais motivos de reflexão, que espero sejam motivadores para a nossa acção. E cito Henri Laborit em "Deus não joga aos dados":
"Já me aconteceu escrever que o mito mais profundo da espécie humana era o de Narciso, que procurando o outro, olha para a superfície e vê sempre e apenas a sua própria imagem. A partir do momento em que a criança sai do seu 'eu-tudo', criando, por aprendizagem, o seu esquema corporal, isolando-se progressivamente do mundo que a rodeia para atingir a solidão do seu ego, solidão que a seguirá até à morte, considera-se como indivíduo. Descobre o individualismo. A Génese diz-nos que Adão e Eva foram expulsos do Éden por terem comido o fruto proibido. Não teria sido o fruto da sabedoria, da consciência de si mesmos? 'E então viram que estavam nus'. Por outras palavras, tiveram consciência das suas individualidades, limitadas no espaço... nas civilizações tribais, o indivíduo não se sente, não se compreende, não se imagina separado da comunidade; mas, antes de ser indivíduo, imagina-se, antes de tudo, como elemento da comunidade. De tal modo que, em caso de comportamento 'anormal', invulgar, toda a comunidade se sente responsável por ele e pensa que se trata de um meio utilizado pelos espíritos dos antepassados para lhe indicar que ela não correspondeu ao que dela era esperado. E então, é toda a comunidade que se encarrega do 'anormal', participando no que se pode chamar o seu tratamento, porque curando o indivíduo, é o grupo que se cura... O individualismo crescente, que... determinou a luta pela dominância... certamente que participou na evolução técnica... e no afastamento do indivíduo das suas origens cósmicas... Penso que é a consciência do indivíduo, parcelizada em bocadinhos, que conduz à consciência também parcelizada da espécie e proibe esta de se totalizar..."
A mim parece-me que quanto mais dividimos em partes para simplificar a nossa compreensão, mais nos afastamos da nossa 'Alma primitiva'

Sem comentários:

Publicar um comentário

 

Quer receber noticias deste blogue? escreva aqui o seu email:

Delivered by FeedBurner